Cachepôs: Monte seu jardim de maneira fácil

por admin 04/09/2019 às 19:40 0 Comentarios
 
 
Ter plantas em nossa casa ou apartamento significa dar nova vida a um ambiente.  Um ambiente verde traz paz, tranquilidade e ainda oferece de quebra, uma bela decoração. Além disso, também pode ser um hobbie ou atividade muito saudável e se possuir um espaço pequeno porque não apostar nos chachepôs?
 
Existem diversas linhas de pensamento que defendem o cultivo de plantas ou de um jardim como uma atividade terapêutica, capaz de trazer inúmeros benefícios para a nossa saúde mental. 
 
 

Como começar?

 

Normalmente, a primeira coisa que pensamos quando decidimos fazer um jardim em nossa residência é como começar e qual tipo de planta vamos usar. Porém são necessárias mais algumas informações como:
  • O local escolhido para o jardim pega muito sol ou muita sombra?
  • As plantas escolhidas podem atrair insetos ou convidados indesejáveis para o ambiente?
Tudo isso deve ser realmente levado em consideração no momento da criação deste espaço. Entre todas as decisões, é preciso avaliar o espaço disponível para este jardim. De cara, o tamanho do local já define o tipo de plantas que podem ou não serem utilizadas.
 
Se possuir um espaço pequeno no jardim, precisa ficar atento ao tamanho da raiz da planta que deseja colocar neste local. Atente-se para o fato de que plantas pequenas não necessariamente possuem raízes do mesmo tamanho, logo, se você não souber exatamente a característica da planta que vai utilizar neste lugar, pode ter problemas futuros como rachaduras no seu piso externo e até na calçada, em virtude da raiz da planta escolhida ser maior do que imaginava. É necessário pesquisar.
 
Espaços menores vão precisar de mais imaginação e cuidado. Ao mesmo tempo, áreas mais abertas darão mais asas à imaginação por possuírem maior flexibilidade de decoração.
 
 
 
Uma dica importante no momento de escolher as plantas que serão utilizadas no jardim é saber pelo menos o básico sobre elas. São plantas que possuem espinhos ou venenos? Se você tem criança ou animais domésticos em casa, sem dúvida estas não são recomendada para você.
 
Existem ainda algumas plantas que exalam cheiros muito fortes. No meio da natureza, esse odor possui uma função, mas dentro de um ambiente fechado como uma casa ou apartamento, um cheiro muito forte e constante pode ser desagradável para os moradores.
 
Ainda dentro desta linha, existem plantas que precisam de incidência de luz solar para serem saudáveis e outras que morrem em pouquíssimo tempo se forem diretamente expostas ao sol.
 
A frequência com a qual as plantas devem ser regadas também é um fator importante para a sua escolha. Se você costuma a viajar muito a trabalho e não costuma ficar ninguém em casa neste período, as plantas que precisam de água diariamente não terão vida longa neste ambiente.
 
Estruturas de decoração 
 
Existem inúmeras possibilidades de decoração no que diz respeito a estruturas dentro de jardim. Podemos utilizar vasos, jardineiras, garrafas de vidro, até mesmo móveis antigos podem entrar nesta brincadeira, tudo vai depender do seu nível de criatividade.
 
Uma opção barata e muito elegante, além de possuir diversas opções de cores é o cachepô.
 
 
Mas o que são cachepôs? Muitas pessoas confundem cachepô e vaso de planta. Você sabe o que é um e o que é o outro?
 
O Vaso é uma peça utilizada como recipiente para as plantas, exatamente para isso ele possui um orifício na parte de baixo que possibilita a drenagem da água na rega das plantas. 
 
O cachepô se diferencia do vaso de plantas justamente porque ele não tem os furos no fundo. Seu objetivo não é abrigar as plantas, mas sim o vaso. Resumindo o cachepô é na verdade um suporte para o vaso.  O principal uso do cachepô é na decoração, já que ele super valoriza a plantinha em seu interior, além de contribuir imensamente com a beleza do ambiente. Sem dúvida nenhuma esse tipo de estrutura traz uma identidade própria para o seu jardim.
 
 
Sua variedade de cores traz ao ambiente um ar mais jovem e descontraído. Alguns cachepôs são feitos também de pano ou crochê. Eles podem ser utilizados tanto no chão, como em mesas, estantes e outras estruturas de decoração.
 
 
Uma ótima opção é utilizar cachepô em cima de prateleiras. Assim, é possível colocar vários destes elementos, um ao lado do outro, com cores diferentes, trazendo um efeito muito bacana de organização e ousadia.
 
No entanto, é preciso ter cuidado ser for utilizar cachepôs em prateleiras, pois com o peso que ele fica após a colocação da terra e da própria planta, é preciso assegurar que a prateleira esteja presa de maneira firme e que suporte o peso dos cachepôs que serão colocados sobre ela.
 
Outra forma bem interessante de brincar com a decoração que o cachepô pode trazer ao seu jardim é deixa-lo suspenso. Sim, os cachepôs podem ser presos a pequenas correntes e estas serem fixadas no teto do ambiente.
 
 
Para este tipo de decoração devemos tomar dois cuidados especiais, além da óbvia capacidade de sustentação das correntes. As peças devem ser penduradas de forma que não fiquem no meio do caminho, onde há trânsito de pessoas na casa, para evitar acidentes ou batidas no local.
 
Ao mesmo tempo, também não devem ficar suspensas demais, pois como você se lembra, as plantas não são apenas um objeto decorativo, são seres vivos e que requerem cuidado permanente, portanto, um cachepô posicionado a uma altura muito elevada dificulta o cuidado e são muitos mais difíceis de regar. 
 
Para ambientes externos, podemos investir neste acessório de diversas maneiras. É possível montarmos caminhos utilizando pedras e colocando estes vasos contornando o caminho criado, gerando uma área de passagem para os moradores e visitantes da casa.
 
Além dos cachepôs, ainda temos diversas opções de decoração de jardins externos, como peças de cerâmica em formas de animais divertidos ou os clássicos anões de jardim.
 
São inúmeras as vantagens em se criar um jardim dentro de casa. As plantas melhoram a qualidade do ar, deixam a temperatura mais fresca e amena. O local como um todo fica mais agradável.
 
 
Um jardim também é capaz de reter parte da água da chuva, evitando aqueles acúmulos de água que ficam na área externa da casa.
 
Sem contar os benefícios para a saúde, pois além da renovação do ar feita pelas plantas, o cuidado com elas é uma terapia que acalma as pessoas, reduzem as crises de ansiedade e melhoram a qualidade de vida.
 
Mas se você não tem um quintal em casa ou mora em apartamento, não precisa ficar preocupado. Existem diversos tipos de decoração e maneiras para criar mini jardins também nestes ambientes.
 
Para apartamentos, vasos pequenos ou cachepôs são ideais. Eles servem tanto para decoração sobre mesas, racks, estantes, como em jardins verticais, que são ótimos no quesito economia de espaço.
 
 
Jardins verticais podem ser úteis se você possui filhos ou animais domésticos em casa. Quando os vasos ou cachepôs estão na altura dos pequenos, o risco de acidentes é bem alto.
 
 
Para este tipo de jardim você pode escolher uma parede específica e colocar uma estrutura de madeira muito semelhante às utilizadas em camas, utilizadas para segurar o colchão.
 
Há diversas estruturas como estas já prontas para utilização, disponíveis para compra em lojas do ramo. Mas se você gosta de trabalhos manuais e tiver tempo disponível, você mesmo pode construir esta estrutura, usando pallets ou tiras de madeira.
 
Depois de pronto, os cachepôs podem ser presos a esta estrutura. Quanto mais você abusar das cores dos vasinhos e das plantas, mais incrível ficará o seu jardim!
 
Agora que você já sabe destas dicas, onde aprendeu como montar e decorar um jardim em sua casa, agora não há mais desculpas para não fazê-lo.
 
Residindo em uma casa grande ou em um apartamento pequeno, sempre é possível trazer para a nossa rotina esse “ar puro” das plantas. 
 
Na internet é possível comprar diversos objetos de decoração como vasos, cachepôs, estruturas para jardins suspensos e recebe-los de forma rápida e no conforto do seu lar.
 
E então, vamos começar?

Deixe um comentário